Intermunicipal: A festa do interior baiano

Foto: Wesley Morau

Quando se fala em futebol baiano, temos que falar também do Campeonato Intermunicipal, ou como dizem pelo interior, a nossa Copa do Mundo. Campeonato que mexe com o interior, trazendo alegria e por que não, fomentando a economia.

É impressionante o brilho no olhar de quem vivencia essa competição, seja como diretor, jogador, comissão e também torcedor. E é sobre esses que vamos falar mais.

O torcedor de intermunicipal é uma das figuras mais importantes da competição, são eles quem dão o show antes, durante e após cada partida, são eles que largam tudo nos finais de semana para acompanharem suas seleções. Muitos desses viajam mais de 300km apenas para assistir uma partida e apoiar sua seleção.

Como medir esse amor todo? O que tira essas pessoas de casa? Esse é o encanto místico sobre o intermunicipal.

Falando dessa paixão toda, perguntamos a dois presidentes de torcida, o que o intermunicipal representa para eles.

Para o presidente da torcida de Santo Amaro, o intermunicipal não é só futebol: “O intermunicipal para mim representa muita coisa, tanto para nós torcedores, comerciantes e o povo da nossa região de Santo Amaro. Agrega tudo num só momento, o pessoal vende sua laranja, seu amendoim, sua cerveja, seu churrasquinho, seu acarajé. E sem contar que o intermunicipal leva o nome de sua cidade a todos os cantos da Bahia, então por isso o intermunicipal é uma paixão do torcedor santoamarense. Uma coisa que está no sangue, na memória e no coração. Não podemos ficar sem o intermunicipal, isso representa muito para nós torcedores da região do Recôncavo”, disse Ângelo Vieira.

Já para o presidente da torcida de Itamaraju, o “Intermunicipal é a união dos povos, confraternização entre irmãos, para muitos é meio de vida”, disse Wesley Nascimento, mais conhecido como Boquinha. Ele ainda ressalta que para alguns torcedores de Itamaraju, o intermunicipal é tão vibrante que não conseguem nem pensar em ver sua seleção fora do intermunicipal.

Viva o Intermunicipal! A Copa do Mundo da Bahia!