Jornalista fala sobre condições da OMS e FIFA para o futebol retornar

O futebol vive um dia após o outro, sem saber ao certo quando será o retorno das atividades em meio a pandemia do coronavirus. Contudo, uma informação do jornalista uruguaio Daniel Bianchi pode apontar o melhor cenário onde o futebol retomaria com suas atividades.

Em sua rede social, Daniel fez uma postagem apontando que a Organização Mundial da Saúde (OMS) teria feito uma exigência de caráter inegociável junto a FIFA para dar garantias médicas ao retorno do futebol pelo mundo.

Tal exigência é que absolutamente todos os jogadores tenham sido imunizados com uma vacina própria para a prevenção do Covid-19. Ocorre que a mesma ainda não existe uma previsão efetiva de quando estará pronta e pode levar 18 meses para ser desenvolvida com segurança em humanos.

“ATENÇÃO! A Conmebol recebeu essa manhã um comunicado da FIFA: A OMS informou que o futebol profissional no mundo não deve ser jogado até que cada jogador receba a sua vacina contra o coronavirus. É uma condição inegociável para que volte o futebol!”, diz a postagem do jornalista Daniel que trabalha na Radio Oriental.