Geninho abre mão de grana

Foto: Mauro Akin Nassor / CORREIO

Através de e-mail para os sócios e em sua rede social, o Vitória divulgou que o técnico Geninho chegou a um acordo e abriu mão de receber os direitos de imagem até o retorno definitivo das atividades.

Com a pandemia do Covid-19, os clubes brasileiros estão sem treinar e a maioria optou por dar férias coletivas a partir de 1º de abril até o dia 20, podendo estender por mais 10 dias.

Na nota oficial, o Vitória citou que a atitude do treinador deve servir como exemplo para todo mercado brasileiro. Confira:

“O técnico Eugênio Machado Souto, o Geninho, concordou em abrir mão dos seus direitos de imagem após conversa com o presidente Paulo Carneiro.

Geninho foi sensível ao momento atual do futebol mundial, em especial o brasileiro, e com objetivo de apoiar o clube rubro-negro em seu esforço para evitar um colapso financeiro, renunciou a grande parte dos seus rendimentos e somente voltará a receber quando do reinício oficial das atividades.

Uma atitude, sem dúvida, digna de um profissional correto, preocupado com a crise que passa o futebol motivada pela pandemia da COVID-19 (coronavírus).

Que o exemplo de Geninho sirva de estímulo para o resto do mercado brasileiro, pois caso as instituições não sejam protegidas, não existirá mais o negócio futebol e todos irão perder”